CAMPANHA #otemponãocicatriza

Campanha #otemponão cicatriza
CAMPANHA: “O Tempo Não Cicatriza”
Pensando em informar a população sobre a importância da prevenção e do impacto que a demora tem no tratamento de feridas complexas, a Clínica Oxicare resolveu aderir à campanha “O Tempo não Cicatriza– para feridas complexas, o tratamento é o melhor remédio”.
A campanha #oTempoNãoCicatriza – para feridas complexas, o tratamento é o melhor remédio – é uma campanha de conscientização sobre feridas complexas (lesões agudas ou crônicas de difícil cicatrização), que discorre sobre os riscos de viver com uma lesão por um longo período e os tratamentos que podem agilizar a cicatrização e restabelecer a saúde e a qualidade de vida do paciente.
O nome foi inspirado pelo ditado popular “O tempo cura todas as feridas.” No entanto esse ditado nem sempre é válido para todas as feridas. Devido à falta de informação, a população em geral desconhece a diferença entre um simples machucado e uma ferida complexa, complicadas de cicatrizar, que podem exigir cuidados especiais, e que, com o passar do tempo, pode se agravar, levar a graves complicações e até mesmo comprometer a vida do paciente. As feridas complexas exigem tratamento adequado para cicatrizarem e o tempo talvez não seja suficiente para curá-las.
As feridas complexas são um problema de enormes proporções que impactam significativamente na qualidade de vida dos pacientes, podendo levar à amputação e até à morte.
O paralelo entre traumas emocionais e físicos é para alertar a população sobre o impacto negativo do tempo no tratamento de feridas complexas, que ao contrário das desilusões, que melhoram com o passar dos dias, as lesões agudas e crônicas de difícil cicatrização só pioram sem o cuidado adequado.
Ao aderirmos à campanha, pretendemos levar um tratamento de qualidade com valores acessíveis para toda população, além de informar sobre seus riscos, a importância de um diagnóstico e a utilização de tratamentos mais adequados.
Atualmente, estão disponíveis no país soluções inovadoras como curativos com tecnologia avançada, sistema de pressão negativa e a medicina hiperbárica.
A terapia por pressão negativa utiliza a pressão controlada e localizada sobre a lesão por meio de um curativo de espuma coberto por uma película e ligado a um sistema de drenagem.
A câmara hiperbárica é outra opção, que permite ao paciente respirar oxigênio puro enquanto fica sob uma pressão de duas a três vezes superior à pressão atmosférica ao nível do mar.